Perfil

Com a estratégia de crescer consistentemente para estar entre as três maiores companhias brasileiras produtoras de óleo e gás até 2020, a Queiroz Galvão Exploração e Produção (QGEP) está preparada para a expansão do segmento petrolífero no Brasil. Combinando experiência, competência e avaliação criteriosa de projetos, vem conquistando posição de destaque entre as empresas do setor em atuação no País.

O pioneirismo e a capacidade operacional da QGEP são percebidos pelas suas atividades ao longo do tempo. A companhia participou da descoberta do Campo de Manati, um dos maiores produtores de gás natural não-associado, localizado no nordeste do Brasil. Está também presente na Bacia de Santos, com a operação do Campo de Atlanta, um ativo já em desenvolvimento, com primeiro óleo esperado para 2018, que combina de modo inovador tecnologias e supera desafios geológicos.  De olho no futuro, detém participação em blocos exploratórios ao longo da costa brasileira em áreas com alto nível de maturidade, bem como em regiões de fronteira. Possui 30% de participação em quatro blocos exploratórios com alto potencial na Bacia de Sergipe-Alagoas, região de alto índice de sucesso geológico, sendo todos próximos das grandes descobertas de óleo em águas ultraprofundas notificadas à ANP em 2015.

Para manter e ampliar essa excelência conquistada nos últimos anos, a empresa tem intensificado os programas de treinamento, a atração de talentos e a utilização de novas tecnologias que permitem suportar o crescimento contínuo.

Acesse aqui a linha do tempo interativa que conta os principais fatos históricos relacionados ao petróleo no mundo, no Brasil e na Queiroz Galvão Exploração e Produção.

Como parte da estratégia de diversificação de suas atividades, em 1980, o Grupo Queiroz Galvão deu início à sua atuação no setor de petróleo e gás natural, através de atividades de prestação de serviços de perfuração de poços. Já a partir de 1997, após mudanças na legislação brasileira do setor, iniciou suas próprias atividades de exploração e produção.

Em setembro de 2010, o sucesso dessas iniciativas e o crescente desenvolvimento do potencial petrolífero e energético do País, levaram o Grupo a concentrar todas as atividades de exploração e produção na QGEP, quando, por meio da reestruturação da então Queiroz Galvão Óleo e Gás S.A. (QGOG), foram separadas as atividades de exploração e produção de petróleo das atividades de prestação de serviços.

Concebida com o objetivo de permitir maior crescimento em exploração e produção de hidrocarbonetos, a Companhia realizou a maior oferta pública inicial de ações de 2011, captando um total de R$1,5 bilhão. Única empresa de capital aberto do Grupo, a QGEP é listada no Novo Mercado da B3, por ter adotado as melhores práticas e atingido o mais alto grau de Governança Corporativa.

Primeira empresa independente brasileira a conquistar a qualificação como Operador tipo A pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP, está autorizada a operar em águas profundas  e ultraprofundas  desde 2000. A QGEP detém um portfólio diversificado e balanceado, com ativos em oito das principais bacias sedimentares da costa do Brasil.

Última atualização em 2017-10-16T15:55:15

Downloads


Apagar este documento do carrinho
Limpar Lista Baixar Documentos