FPSO
NT Aliviador
750 a
800 m
Lâmina d’água
Camada
pós-sal
Camada do
reservatório
0 m
1.500 m
2.300 m
  •   PERFURAÇÃO DO POÇO Pela primeira vez no Brasil, a perfuração do poço usou uma técnica especíca (conhecida como pump&dump) para alcançar a inclinação adequada. Uma vez atingida a profundidade necessária, foi iniciada a perfuração horizontal, que também exigiu tecnologias avançadas e aplicadas de forma customizada.
  •   COMPLETAÇÃO INFERIOR Após perfuração do trecho horizontal, o uido utilizado é substituído por uido de completação e são descidas telas especiais para a contenção de areia de formação. Essas telas são empacotadas com gravel (agente ltrante) para evitar que a areia do reservatório seja produzida misturada ao óleo, o que pode danicar a coluna de produção e os equipamentos de superfície.
  •   TESTE DE FORMAÇÃO A unidade utuante de produção (FPSO) processa o petróleo produzido, separando a água e o gás através de uma planta de processo e utilidades especicamente projetado para o óleo de Atlanta. O óleo é exportado por navio aliviador, o gás é consumido internamente e a água, após tratamento, descartada no mar.
  •   COMPLETAÇÃO SUPERIOR A construção do poço é nalizada com a descida da coluna de produção, o assentamento da Árvore de Natal Molhada Horizontal (ANM-H), um sistema de válvulas controladas pelo FPSO e a instalação da bomba centrífuga submersa (BCS). Esse sistema tem como nalidade manter a segurança do poço e a sua operação durante a produção.
  •   SISTEMA DE COLETA São instalados dutos que garantem o escoamento do óleo e das linhas de controle para acionamento remoto da Árvore de Natal Molhada Horizontal. O sistema é responsável pelo controle e monitoramento do poço e da bomba centrífuga submersa, que desloca o óleo para a superfície.
  •   PRODUÇÃO A unidade utuante de produção (FPSO) processa o petróleo produzido, separando a água e o gás através de uma planta de processo e utilidades especicamente projetado para o óleo de Atlanta. O óleo é exportado por navio aliviador, o gás é consumido internamente e a água, após tratamento, descartada no mar.