Comunicado ao Mercado - QGEP divulga atualização do portfólio de ativos

Rio de Janeiro, 9 de janeiro de 2012 - A QGEP Participações S.A. (BMF&Bovespa: QGEP3) divulga hoje a atualização dos ativos operacionais e exploratórios das suas empresas controladas.

"Finalizamos 2011 com um portfólio de ativos maior, com prospectos de alta qualidade nas mais promissoras áreas com descobertas de óleo e gás no Brasil," comentou José Augusto Fernandes Filho, CEO da QGEP. "Destacamos a combinação de uma posição financeira privilegiada e fluxo de caixa operacional positivo que nos garante recursos para continuar a expandir e diversificar nosso portfólio."

  • Campo de Manati

No final do quarto trimestre, todos os seis poços existentes estavam em operação, alcançando uma média diária de produção de gás de 5,2 MMm³ em Dezembro de 2011. Na maior parte do quarto trimestre, o Campo de Manati produziu através de cinco do total de seis poços, resultando em uma média diária de produção de gás de 4,7 MMm³ no período. Como divulgado anteriormente, em 2012 cada poço individualmente passará por uma manutenção programada e não se espera que a previsão de produção média diária de 6MM m3 seja afetada.

  • BM-S-12

No Bloco BM-S-12, um dos mais promissores ativos da QGEP, localizado na Bacia de Santos, as atividades de perfuração continuam em direção ao prospecto Santos #2 com a sonda Ocean Baroness. Atualmente, o poço está sendo alargado para descida do revestimento de 117/8" e está em uma profundidade de 4.880 metros. Espera-se atingir a profundidade final de cerca de 6.400 metros no final do trimestre corrente. Quando o poço for finalizado e a perfilagem final estiver concluída, serão considerados testes de avaliação. A QGEP detém 30% de participação no bloco, o qual é operado pela Petrobras.

  • BM-S-8

A perfuração do Bloco BM-S-8, um dos maiores blocos da região, continua de acordo com o cronograma previsto. Em Carcará, um dos prospectos no pré-sal do bloco, a perfuração foi iniciada em Dezembro e o poço está atualmente a uma profundidade aproximada de 3.140 metros. A profundidade final, estimada em 6.900 metros, deverá ser atingida dentro de cinco meses. Adquirido através de um acordo de farm-in, o Bloco BM-S-8 apresenta um alto potencial no pré-sal. A QGEP detém 10% de participação neste bloco, o qual é operado pela Petrobras.

  • BM-J-2

No Bloco exploratório BM-J-2, localizado na Bacia de Jequitinhonha, a atividade de perfuração deverá ser reiniciada durante o segundo trimestre de 2012 com a licença ambiental já obtida, válida até junho de 2013. O poço está atualmente a uma profundidade de 2.540 metros e a profundidade final está estimada em 4.700 metros.

Para acessar o documento, clique aqui.


Atualizado em 2013-12-10T15:55:39

Downloads



Apagar este documento do carrinho
Limpar Lista Baixar Documentos