QGEP anuncia a assinatura do contrato do FPSO para o Campo de Atlanta

Rio de Janeiro, 17 de dezembro de 2014 - A QGEP Participações S.A. (BMF&Bovespa: QGEP3, "Companhia", "QGEP") divulga hoje que a unidade de produção ("FPSO" - Floating, production, storage, and offloading) denominada Petrojarl I foi afretada da Teekay Offshore Partners L.P. para o desenvolvimento do Campo de Atlanta.

A assinatura do contrato do FPSO representa um marco significativo no desenvolvimento do Campo de Atlanta, que iniciará a sua produção através de um Sistema de Produção Antecipada (SPA), conforme contemplado no Plano de Desenvolvimento aprovado pela ANP. A unidade será customizada de acordo com as especificações necessárias para a operação no Campo e está programada para chegar à locação em 14 meses.

O início da produção está programado para meados de 2016. Nesta primeira fase, a produção é estimada em 25 mil bbl/d, podendo atingir cerca de 30 mil bbl/d com até três poços de produção, dois dos quais já estão perfurados, equipados com árvore de natal molhada e bomba submersa. A unidade Petrojarl I terá capacidade de armazenar 180 mil bbl e os contratos são para um período de 5 anos, com cláusula de término a partir do terceiro ano.

O Capex associado ao SPA, contemplando dois poços, é de US$520 milhões. O Consórcio considera a perfuração de um terceiro poço de produção. O custo operacional total estimado para o SPA é de US$480 mil por dia, incluindo afretamento, serviços, logística, fundo de abandono, entre outros. Todos os valores divulgados referem-se à totalidade do Consórcio.

Segue abaixo a produção média anual estimada para o Campo de Atlanta, baseada nas reservas 2P, conforme o Plano de Desenvolvimento. Salientamos que as reservas 3P permanecem inalteradas com valores de 269 milhões de bbl. A produção associada ao Sistema Definitivo (SD) está baseada na premissa de contratação de um FPSO de maior capacidade a partir de 2019 e perfuração de poços adicionais.

Ano Produção SPA
(kbpd)
Produção SD
(kbpd)
Produção Total
(kbpd)
2016 13 - 13
2017 30 - 30
2018 30 - 30
2019 13 21 34
2020 - 74 74
2021 - 76 76
2022 - 60 60
2023 - 46 46
2024 - 38 38
2025 - 33 33
2026 - 29 29
2027 - 25 25
2028 - 23 23
2029 - 20 20
2030 - 19 19
2031 - 18 18
2032 - 17 17
2033 - 16 16

O Sr. Lincoln Guardado, Diretor Presidente da QGEP, destaca que "o início da produção do Campo de Atlanta representará um grande marco na história da Companhia e consolidará nossa posição como operador de águas profundas, além de aumentar e diversificar a geração de caixa operacional da Companhia".

Localizado no Bloco BS-4, na Bacia de Santos, Atlanta é um Campo de óleo de pós-sal a 185 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro, em lâmina d’água de aproximadamente 1.500 metros. A Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A. é operadora do Bloco com 30% de participação e os demais membros do Consórcio incluem a OGX Petróleo e Gás S.A. (40%) e a Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás Ltda. (30%).

A projeção acima representa uma estimativa baseada nas expectativas e premissas da diretoria que estão sujeitas a diversos riscos e incertezas e que podem não estar sob o controle da diretoria.

A QGEP irá realizar uma teleconferência com sessão de perguntas e respostas amanhã, 18 de dezembro de 2014. Para acessar a teleconferência da QGEP, utilize os dados abaixo:

Teleconferência sobre a contratação do FPSO para o Campo de Atlanta - Português (com tradução simultânea para Inglês)

18 de dezembro de 2014
11h30 - Brasília | 08h30 - Nova York
Telefone para Conexão: +55 (11) 3193-1001 ou +55 (11) 2820-4001
Código: QGEP
Webcast: clique aqui

Os participantes devem conectar-se aproximadamente 15 minutos antes do início da teleconferência.

Clique aqui para acessar o Fato Relevante.


Atualizado em 2015-04-14T10:32:29

Downloads



Apagar este documento do carrinho
Limpar Lista Baixar Documentos